sábado, 5 de maio de 2012

Alcázar dos reis cristáos

Olá, queridos !!

      Pensei que já tivesse acabado meu relato sobre Córdoba, mas faltou mostrar o Alcázar ou a fortaleza do lugar. Ao contrário de outras que já visitei como a de Segóvia ou Sevilha, esta deixa bastante a desejar porque a a decoração interior é bem pobre. Mas em compensaçao, os jardins e a vista que se tem da cidade sáo de tirar o fôlego.






A fortificaçao data do século XII construída sob as bases de outras fortalezas. Entretanto, seu uso foi múltiplo: os reis católicos passaram aí oito anos dirigindo a campanha da reconquista de Granada, a Igreja a usou como tribunal do Santo Ofício e até como prisáo. Também ali Colombo teve uma das muitas entrevistas com Isabel para convencê-la que seu sonho de navegar para descobrir "mares nunca dantes navegados" era possível.





Vale a pena, no entanto, guardar as energias para os jardins repletos de piscinas em vários níveis, ciprestes devidamente aparados, flores e fontes. Em uma das ruas há estátuas de todos os reis que o habitaram; e ao fim, nos deparamos com uma estátua de Colombo em companhia dos seus patrocinadores, Isabel e Fernando.
Postar um comentário