terça-feira, 19 de março de 2013

A matrona - gravidez em Madri


Olá, queridos!

Agora vai se iniciar outro capítulo. Na Espanha, como em muitos países das Zoropa existe a especialidade de matrona. Não traduzo como parteira porque seria incorreto. Parteira da ideia daquela velha que só aparece no meio da noite pra ajudar a mulher parir. No Brasil estão usando a palavra doula e, infelizmente, ainda é uma profissional deconhecida para muitas pessoas.

 A matrona é uma especialidade da Enfermagem (no caso da Espanha) e acompanha a gestante no último trimestre de gravidez até o parto e um pouco mais além. Quando a gestação é de risco ela entra em cena antes. Vou conhecer a minha em abril. Também terei que assistir a cursos de parto e de como cuidar do bebê.

Note que a Espanha tem a mais alta taxa de cesárea do continente, mas longe de pensar que a mulher é obrigada a fazer o parto normal, mas sinto que não há o terror que existe no Brasil. Pelo contrário. Se deu beleza, se não, paciência. Nada de ficar com aquela história de cordão enrolado, criança em sofrimento, vamos marcar a data logo, etc. A quantidade de alunas minhas que fizeram parto normal é incrível e elas ficam horrorizadas quando conto que minhas primas e amigas sequer entram em trabalho de parto. O que muda aqui é o aleitamento, pois também é encarado como opção e não dar o peito não é condenável. 

Enfim, ainda tenho muita história para contar. Aguardem !
Postar um comentário