domingo, 26 de setembro de 2010

Palácio de Laredo

Olá, queridos!

          Ontem, depois da faxina, ficamos em casa, mas saímos para aproveitar o fim de tarde. Afinal, o outono já se faz sentir e acabou o lado carioca de Madri/Alcalá. Pela manhã está fazendo frio. Fomos visitar o Palácio Laredo construído pelo artista de mesmo nome que foi, dentre outras coisas, prefeito de Alcalá. O exterior é em estilo mudéjar, aquele consagrado pelos muçulmanos no sul da Espanha.





          Igualmente, lá funciona o Museu Cisneiros, cardeal que tanto fez pela cidade. Ele fundou a Universidade, foi confessor de Isabel, a Católica e regente da Espanha duas vezes. Estão expostas as Bíblias que ele mandou recompilar em 3 línguas: grego, hebraico e latim. Há também um exemplar da Bíblia traduzida em aramaico.












  A sensação é que você está visitando várias épocas distintas. A de Cisneros, no séc. XVI, a de Laredo no séc. XIX e a de cada sala. Escultor, pintor e restaurador ele decorou os cômodos com um estilo de época diferente. Além disso há maquetes explicando como era a cidade no séc. XIII e XVII.
A roupa ali atrás era usada pelos universitários da época. Já pensou eu vestindo esse modelito?
    





O ponto alta da visita é o salão de bailes onde se promoviam as festas. Ele faz uma homenagem a todos os reis espanhóis dos séc. XIV e XV. Aí vocês podem ver Isabel e Fernando, os reis católicos. No entanto, a história de Lareda não termina bem., Sem dinheiro para terminar o palácio, ele deixa vários quartos em branco e o vende apenas 15 anos após tê-lo comprado. Triste, não?
Para mais informações turísticas: www.rumoamadrid.com.br
Postar um comentário