terça-feira, 22 de julho de 2014

Fotografias da Espanha no século 19 e livros de fotografias de 2013

Olá, queridos!

   
  Sabadão nublado o negócio é ir aproveitar alguma exposição gratuita. Depois de um pit-stop para admirar arte húngara, fomos para a Biblioteca Nacional para ver uma sobre fotografias espanholas  de 1850-1870 e outra dos melhores livros de fotografia editados em 2013, dentro do Photo España. A primeira era pequena, infelizmente, mas fizemos uma descoberta sensacional.






No meio da modernidade que chegava com o século 19 (luz elétrica, ferrovias, bondes, etc.), a Porta de Alcalá ainda era usa com a função de...porta !! Sério ! Quando a gente visita uma cidade antiga (pelos parâmetros brasileiros) temos a impressão de que os monumentos sempre estiveram ali. Mas não ! Reparem que todas as portas tem grades de ferro e olhem que uma carroça aguarda sua vez de passar. Nos cantos ainda é possível ver um pedaço da muralha que circundava a cidade. A foto é de 1857.

A segunda exposição era mais cansativa pela quantidade de livros e temas apresentados. Um deles, particularmente, nos chamou atenção: Topos, fotografias de Tobias Mandorin e textos de Nadine Olonetzky. A proposta do fotógrafo foi percorrer grandes cidades e fotografar lugares que foram explorados, são zonas de tensão e que agora formam parte da periferia esquecida, inclusive no centro de uma cidade. Qual não foi minha supresa em encontrar fotos do Largo da Carioca, da avenida Chile (no Rio), de São Paulo e do Moncaguê, em Niterói!! Se o objetivo foi mostrar tudo isso, com certeza foi alcançado.


Postar um comentário