quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

José Salazar Molina - Porrina de Badajoz

Olá, queridos!

       
 Dizem que viajar é conhecer novas cultura e novas pessoas. Completo: e novos artistas. Em Badajoz, passeando pela plaza de la Soledad, onde está localizada a capela em honra a padroeira, está também a estátua ao cantor José Salazar Molina, Porrina de Badajoz. O monumento é sensacional: de pé um senhor de óculos escuro, terno impecável, cravo na lapela,  acompanhado de um violão, canta para os passantes e para a santa de sua devoção.

       


José Salazar era filho de ciganos e aprendeu a cantar com a vida. De estatura baixa acabou ganhando o apelido de "porrina" que designa uma espécie de grão que está pequeno demais para ser colhido. Seu estilo e seu modo de vestir o fizeram facilmente identificável para os amantes do flamenco e ele sempre honrava a Semana Santa de Badajoz cantando para a padroeira. Gravou milhares de discos que podem ser ouvidos no youtube e tal qual os portenhos falam de Gardel, os nativos de Badajoz podem dizer que o Porrina canta cada vez melhor.

Para mais informações turísticas: www.rumoamadrid.com.br
Postar um comentário