quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Pipi proibido

Olá, queridos!

 
    Madrileando por aí encontrei uns dizeres que superam todos aqueles que já mostrei a vocês anteriormente. Uma autêntica joia onde se pedia, simplesmente, que os passantes não "fizessem águas" ali, ao pé do Mosteiro da Encarnação, em Madri. Acredito que o aviso deva ser do século 18 quando começaram a surgir as primeiras leis na cidade neste sentido.

Bastou colocar a frase no óraculo para descobrir que tal expressão rendeu um poema de Rafael Alberti no livro "Roma, peligro para los caminantes", que posteriormente foi musicado por Paco Ibañez.

        Lembrando que em Madri é proibido urinar na rua e os guardas multam o infrator na hora. Claro que seria necessário mais fiscalização, pois as calçadas do centro já estão marcadas de tanto xixi.
Postar um comentário