sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Igreja Nossa Senhora do Rosário das Filipinas

Olá, queridas!

   
Mais uma igreja de arquitetura moderna descoberta, conhecida e fotografada. Sei que a gente associa as Zoropa à coisas antigas, mas aqui também se produziu (e se produz) modernidade. A igreja de Nossa Senhora do Rosário das Felipinas é paróquia e convento dos dominicanos. Ali existia uma igreja em estilo neogótico que foi derrubada para dar lugar a um edifício de concreto armado que se confunde com os demais da rua. Construída entre 1967-1970, o arquiteto Cecílio Sanchez buscou aplicar os princípios de Le Coubusier no seu projeto. Obs: a foto à esquerda está em http://www.dominicos.org/vicaresp/






Por dentro, simplicidade total. O altar maior só traz o crucifixo que está "emoldurado" por um triângulo cuja ponta está para baixo e lembro que na simbologia católica esta forma representa a Santíssima Trindade. Notem que há palmeiras ali. Será uma alusão aos trópicos? Não sei, mas me pareceu um detalhe interessante.





Há capela do Santíssimo e também três imagens, junto a parede direita,do Sagrado Coração de Jesus, São Domingos e São José. Na parede esquerda, em frente a estas, uma bela imagen de Nossa Senhora do Rosrário com o Menino Jesus. Junto a entrada vemos, igualmente, a estátua de são Martinho dos Porres, dominicano que viveu no Peru, no século 17.

Sinceramente, não gosto desta igreja. Juro que entendi algumas propostas, mas o resultado me parece que leva o ser humano a tudo, menos a encontrar-se com o sagrado. Sei não...













Postar um comentário