domingo, 7 de setembro de 2014

O que aprendi vivendo 4 anos na Espanha

1- Comer pão com tomate e azeite no café da manhã e jamón serrano como aperitivo faz parte da sua rotina.

2- Almoçar às 14h.

3 - Achar normal ter um garçom para servir um restaurante inteiro ou apenas um vendendor para cuidar da loja, te atender e receber o pagamento.

4- O serviço público pode ser bom e não é sinônimo de "coisa para pobre".

5 - O sistema de saúde público te encaminha a fazer o parto normal dando todas as condições para que isso aconteça.

6- Aquelas senhoras que estão ali gritando não estão brigando. São amigas de longa data conversando.


7- Quando uma pessoa te diz "não" ela apenas quis dizer isso: não. Ela gosta tanto de você que não está fazendo você perder tempo com desculpas esfarrapadas.

8- Comparar a Espanha aos países do norte europeu, especialmente à Alemanha, e achá-lo o pior país do mundo.

9 - Descobrir que por mais Primeiro Mundo que aqui seja, a classe política não fica a dever aos seus amiguinhos do Terceiro em matéria de corrupção.

10- Adapatar-se seus horários aos do comércio que fecha às 14h-14:30h e só abrirá às 17h-17:30h.

11- Que nem todo mundo que vive dentro das mesmas fronteiras está satisfeito com isso.

12 - Por mais curta que seja sua saia e generoso o seu decote, os homens só vão olhar e não dirão nenhuma estupidez.

 13 - Que é inútil fazer qualquer comparação entre Brasil e Espanha. Ambos tem suas qualidades e defeitos.

  14-  Saudade é um estado permanente da sua alma.


Mais informações turísticas: www.rumoamadrid.com.br





Postar um comentário