quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Sete motivos pelos quais a Catalunha não deve se separar da Espanha

      Agora que os escoceses escolheram continuar unidos ao Reino Unido (piada infame, eu sei) todos voltam os olhos à Catalunha onde um referedum (ou uma consulta) será realizado no dia 9 de novembro. Nesta data, os cidadãos devem responder se querem ou não um Estado independente. Será que é realmente necessário ? Repasso algumas razões pelas quais não deveriam fazê-lo:
1-           Porque não é necessário.


      A Catalunha já goza de uma importante autonomia dentro do estado nacional espanhol. Possui sua própria polícia, parlamento, calendário de eleições, sua forma de recolher impostos, um sistema educativo bilíngue, etc. Além disso, possuem hino, bandeira e dia nacional (a “Diada”, comemorada em 11/09) exclusivos também.


       As únicas áreas em que a Catalunha não tem competência para gestionar são a política econômica e a política externa. No entanto, quem decide o que fazer com os impostos são os catalães e não é preciso dar contas ao governo central. Isso acabou com a crise e agora eles têm que dizer para onde vai (ou foi) o dim dim.


2-      Porque os cidadãos estão divididos.


      Muitos pensam que a população da Catalunha apoia em peso a independência. Sim e não. De fato, há manifestações que reúnem multidões para reivindicar a independência, mas ano passado foi significativa a quantidade de catalães que saiu às ruas para mostrar seu desejo de continuar na Espanha. (Abaixo as bandeiras da Espanha e da Catalunha)
 (Foto abaixo: ato contra a independência, em Tarragona, em 2014. Fonte: http://www.heraldo.es/noticias/nacional/2014/09/11/mas_000_catalanes_reivindican_senyera_como_puente_con_resto_espana_309591_305.html)






3-      Porque os cidadãos percebem que é uma manobra política:


 Aqui na Espanha, os políticos não ficam nada a dever aos seus pares brasileiros em termos de corrupção e cara de pau. Muitos cidadãos percebem que a questão é manipulada pelos políticos que usam isso como argumento para ter mais concessões do Estado central.


4-      Porque é uma falácia o argumento de “opressão” e “exploração”.


     Fala-se muito que a Espanha, o estado central, oprime a Catalunha desde a conquistada no século 18. Realmente suas instituições foram fechadas na época e o catalão reduzido à esfera privada; porém, o contexto era outro e aí sim, havia opressão.


      Na história recente isso era mais ou menos certo no final do século 19 e na época de Franco, que proibiu o catalão e demais símbolos catalães; mas agradou os empresários barceloneses e catalães com indústrias, bancos, incentivos fiscais, etc.Com a volta da democracia e a Constituição de 78, isso mudou. A região tem autonomia suficiente para usar todos os seus símbolos e idioma. Entretanto fica bonito colocar no discurso que “a Espanha nos oprime, nos explora, pobres de nós”, etc.

5-      Porque a União Europeia já avisou que não aceitará a Catalunha como Estado independente:


Se a União Europeia concede este direito à Catalunha, isso significa um apoio às outras aspirações nacionalistas. Não esqueça que a UE tem a obrigação de conceder ajuda econômica aos estados membros que se incorporam e não há tanta grana agora para fazê-lo. (Foto abaixo: ato contra a independência, em Tarragona, em 2014. 
Fonte: http://www.heraldo.es/noticias/nacional/2014/09/11/mas_000_catalanes_reivindican_senyera_como_puente_con_resto_espana_309591_305.html)





6-      Porque a Catalunha não tem condições econômicas para se sustentar:


     Quem injeta dinheiro quando eles precisam são a Espanha e, mais recentemente, a União Europeia. Várias das infraestruturas construídas ali foram financiadas com dinheiro da UE. Até aí nada demais, pois esse era um dos propósitos iniciais da UE.


7-      Porque na Catalunha não vivem somente catalães:


   E agora? Quem é catalão? Nascidos na Catalunha? Com avós catalães? Essa gente toda vai virar “estrangeira” da noite para o dia? E como a Espanha vai tratar os catalães que moram nas outras regiões? Mistério...


Este post é um resumo do artigo: "Por que a Catalunha não deve se separar da Espanha?"

Postar um comentário